Primeira vez na casa de swing

Eu estou respeitando bastante a quarentena, então infelizmente nessa época eu quase não apronto. As situações que conto são de antes da quarentena. Espero que tudo se normalize em breve para eu poder aprontar mais e contar coisas novas aqui!

Lembrando que minha única rede social é o twitter, então se vocês quiserem manter contato comigo, me sigam lá! @sommelierdenude Eu posto fotos minhas e fotos das minhas aventuras também 😉

Esse conto será como foi minha primeira experiência numa casa de swing.

Eu e Rafael (nome fictício) somos um casal de mente bem aberta. Antes de quarentena, sempre íamos em casas de swing por vários motivos, dentre eles o ambiente costuma ser muito melhor do que em balada normal! Me sinto mais respeitada… Gosto muito!

Na primeira vez que fomos, eu estava um pouco nervosa, estava frio naquela noite e eu estava bem ansiosa porque não tinha ideia do que esperar! Rafa estava ansioso também.

Combinamos de sermos livres lá para fazermos o que quiséssemos, mas caso um faça algo que o outro não goste, era pra avisar com códigos que usamos: fazemos carinho na mão um do outro quando tá tudo bem, e quando estamos aprontando algo que o outro não tá gostando, a gente dá batidinhas no ombro do outro. Isso tem funcionado muito bem conosco.

Chegando lá, era uma balada bem legal. A música alta me contagiava e, depois de algumas cervejas, eu já estava dançando e aproveitando a noite!

Uns minutos depois, Rafa falou no meu ouvido:

– Luna, aquele casal ali tá te comendo com os olhos.

Eu ri e olhei para o casal sem nem disfarçar.

Era um casal muito bonito, também jovem, de mais ou menos a nossa idade. Eles dançavam lentamente, o rapaz por trás da garota, e realmente me olhavam com desejo e cochichavam entre eles. Eu pisquei e mandei um beijinho para eles, bem safada mesmo!

Rafael me puxou até lá e começamos a conversar. Descobrimos que o casal estava interessado em apenas nos olhar por enquanto, e quem sabe algo a mais numa próxima oportunidade.

Nós quatro subimos para o segundo andar, onde ficavam os ambientes para swing. Chegando na primeira sala, já coloquei Rafael sentado no sofá e pedi para o casal somente observar.

Sentei no colo de Rafael, de frente para ele, fazendo o possível que minha boceta protegida pela calcinha ficasse bem encaixadinha em seu pau dentro da calça jeans. Empinei a bunda, deixando o vestido subir de propósito, e ficando só com o fio dental enterrado no rabo que qualquer um ali podia ver se quisesse. Rebolei, me mostrando mesmo. Já estava molhada só por isso.

Beijei Rafael até quase ficar sem fôlego, descendo para o pescoço e levantando um pouco sua camiseta até conseguir beijar sua barriga gostosa. Cheguei no zíper da calça e dei um sorriso safado para Rafa, que sorriu de volta e piscou para o casal que nos observava.

Abri o zíper da calça e tirei aquele pau gostoso para fora, já com a cabeça babada de tesão. Meti com tudo dentro da minha boca, tirando um gemido de Rafael, e engoli até onde eu conseguia. Inclinei minha cabeça pra trás, fazendo sucção com a boca naquele pau gostoso até a cabeça e engolindo toda a extensão do pau novamente. Ele gemeu novamente de prazer.

O rapaz do casal já estava com seu pau na mão batendo uma punheta nos olhando, enquanto a garota mordia os lábios de desejo. Chamei ela para me ajudar a chupar e ela aceitou. A garota sentou do lado de Rafael e o beijou enquanto eu o chupava, aquilo era muito gostoso. Eu sorri e a beijei, demos um beijo triplo enquanto o namorado dela batia uma punheta nos olhando.

Alguns solteiros e casais ficaram em volta nos observando e isso só nos deixou com mais tesão ainda. A nossa nova amiga sugava o pau de Rafael quase tão bem quanto eu, ele gemia e empurrava a cabeça dela para ela engolir ainda mais pau, até que ele falou que estava quase gozando. Eu e ela começamos a chupar o pau ao mesmo tempo, cada uma dava uma chupada e íamos revezando, até que ele não aguentou e jorrou porra na minha cara. Eu abri a boca e engoli tudinho, como sempre. Adoro engolir porra.

Viramos amigos desse casal e sempre aprontamos juntos. Quero logo que essa quarentena acabe para voltar a aprontar!

Espero que tenham gostado! Me sigam no twitter @sommelierdenude para ver fotinhos!!

Deixe uma resposta